Mosaicos

Endo e Exo Ciência

A vida como a conhecemos precisa de água líquida, carbono, nitrogênio, fósforo e enxofre, além de uma fonte de energia. Para os cientistas a vida num universo tão vasto não deve mesmo se limitar só às fórmulas disponíveis no nosso planeta. Como sugestão, esses estudiosos disseram que a vida poderia surgir em mares de metano líquido, rios de amônia ou cavernas com nitrogênio sólido. A constituição dos planetas e outros astros do Universo é sempre a mesma. É possível a viagem interestelar no estágio de nossa ciência? Seria possível viver embaixo da Terra, em cavernas ou em construções artificiais nos mares? Nosso convidado é o professor de Geociências e Astrônomo Paulo Araujo Duarte que durante décadas lecionou na UFSC e foi diretor do Planetário.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vida Inteligente