Mosaicos

O Sempre | Programa de 11.09.2011

Quando falamos, criamos seres e forças vivas e ativas, baseados no poder do verbo criador. Estas forças criadas são inoperantes porque a humanidade perdeu o conhecimento da alquimia e da teurgia da palavra, magia criadora por excelência. Como as palavras são ditas inconscientemente, sem força, sem sabedoria e sem atividade, o resultado é nulo. Além disso, quando falamos, o que é dito passa pelo crivo do lado esquerdo do cérebro que analisa se o que está sendo dito tem lógica humana. Se alguma coisa não é aceitável, uma série de resistências é criada mentalmente e astralmente, de forma inconsciente, impedindo que o que é desejado se realize. A idéia então é você criar a realidade que deseja, mas com palavras que não sejam compreensíveis para o lado esquerdo do cérebro. Dentro do processo alquímico, o repetir certas frases com vontade (sem pensar no resultado, nem tentar ver o resultado) faz com que estes seres criados (a frase dita) ganhe densidade vital o suficiente para ser parida no mundo físico. Então, a saúde, felicidade, riqueza, consciência e o que mais desejemos, torna-se realidade. Não podemos é na hora de falar tentar “ver” o resultado, nem imaginá-lo, pois em fazendo isto, passamos o processo para a mente concreta, pedindo permissão a ela. Daí nada resultará, pois a mente concreta somente fará a projeção baseado no que ela conhece hoje. Esta é uma chave alquímica que jamais foi dada à humanidade: a possibilidade de criar seu próprio presente e futuro e transformar o seu passado. E transformar o passado significa simplesmente zerar o karma!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vida Inteligente