Mosaicos

Novos Rumos | Programa de 11.09.2011

Ai daquele que ousar parar no meio do Caminho para olhar o que ficou atrás! Não nos detenhamos a mirar com perigosa curiosidade o que deixamos na retaguarda. No momento atual da Humanidade os mais aptos sobrevivem e os inaptos são aniquilados. A cada passo nos acotovelamos nas ruas das cidades com seres não mais possuidores de alma. A maioria vive pelos seus próprios atos e pensamentos animalizados (ou inferiores). Quando o homem chegar a dominar-se conscientemente, dominará também a Natureza, porque, conhecendo e obedecendo as suas leis, a Natureza escrava e submissa obedecerá as suas ordens. Porém, enquanto imperar o egoísmo entre os homens, os elementos transbordados serão tão caprichosos e cruéis como a humana natureza! Os tempos esperados já chegaram! Aproxima-se o reino do Templo do Deus sem Nome e sem Culto, dos homens de boa vontade, isto é, livres de preconceitos, isentos de idéias separatistas, mas, em ânsias de um ideal da mais pura espiritualidade ou o único que pode abastecer a sua mente e o seu coração com a Sabedoria e o Amor, que são dons naturais de todos os homens! Cultivemos, pois, a excelsa Tríade do Bom, do Bem e do Belo para o aprestamento da Era Nova de Paz, Amor, Sabedoria e Justiça entre os homens!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vida Inteligente