Mosaicos

A Mecânica do Conhecimento | Programa de 22.12.2011

O que determina o primeiro instante de vida física é a primeira inspiração. O que determinará o fim da vida física, e início da grande iniciação, ou seja, a morte física, é a última expiração. A própria ciência ratifica o fato de que é a respiração que sustenta nosso equipamento físico durante a encarnação. Podemos ficar dias sem comer ou dormir, horas sem beber água, em estado de consciência ou inconsciência, mas não é possível ficar mais do que alguns minutos sem respirar. Quantos já refletiram a respeito da importância desse ato? Quantos pararam suas atividades rotineiras, por um instante que seja, e prestaram a atenção em seus próprios movimentos respiratórios? Através do controle consciente da respiração podemos modificar muitas coisas, inclusive nosso estado emocional. A literatura oriental, passando por diversas filosofias e vertentes religiosas, como o hinduísmo e o budismo, até mesmo a medicina chinesa e a tibetana, estão repletas de ensinamentos teóricos e práticos sobre a respiração. O elo comum entre todos estes sistemas está justamente em reconhecer a importância do ato de respirar e a maneira correta de faze-lo. Jorge Antonio Oro é nosso entrevistado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vida Inteligente